Desafios da legendagem: a tradução audiovisual

glifos amora consultoria linguística legendagem

"Uma transcrição completa de roteiro original nunca é possível na legendagem". Essas são palavras de Martinez, legendadora experiente, que descreve as complexidades envolvidas no trabalho de tradução audiovisual.

Da fala à escrita

Ao assistirmos a um filme legendado, temos acesso ao discurso oral (em uma língua) e ao respectivo discurso escrito (em outra língua). Temos, como a autora observa, não só a mudança de uma língua para outra, mas também a mudança de código. E sabemos que cada um deles, o código oral e o escrito, tem as suas peculiaridades. A fala tem hesitações, pausas e ritmo próprio. Já a palavra escrita tem maior estabilidade.

Questões técnicas: velocidade da fala e da leitura

O que define o tempo que uma legenda deve permanecer em tela é o áudio original. Por isso, é preciso haver um ajuste que equilibre a velocidade da fala à da leitura. Martinez nota que, em média, o texto legendado pode ser 1/3 menor do que o texto original. Mas não há só a questão da fluidez da fala vs. a rigidez da escrita.

Questões textuais e interculturais

O trabalho de legendagem envolve também o respeito a parâmetros técnicos e textuais, o conhecimento linguístico e a consideração de aspectos interculturais. As nuances de humor são particularmente desafiadoras. Jogos de palavras na língua original também. Tudo isso deve ser pensado para aquele que é o maior público consumidor de tradução: espectadores e cinéfilos em geral.